Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Retomada-ao-trabalho_SITE
Top-Of-Mind_SITE
Palestrante_SITE
Palestra-Recalculando-a-Rota_SITE
Palestra-Motivação-Engajamento-da-equipe-em-tempos-dificeis
Escritora_SITE
Redes-e-Blog_SITE
Viagem-Sabatica_SITE
previous arrow
next arrow

Reflexão sobre a morte e finados

Você tem medo da morte?

Se respondeu sim, então é bem provável que você também teme a vida. Haverá lágrimas e alguma tristeza até, mas o mais importante é celebrar a existência de viver. Neste dia da saudade, aproveite para recordar os bons momentos e lembranças dos que já se foram.

“Nossa, mas falta você na nossa mesa, falta a sua risada no fim das nossas piadas, falta a sua voz trazendo gargalhadas, falta o seu coração batendo quente perto de nós e com isso, a saudade vem e aquece minhas memórias.”

Saudade: uma palavra que só existe em nosso vocabulário! Um sentimento precioso, único e genuíno.

Hoje, dia 02 de Novembro, celebra-se o dia de finados. Mas, a data não deve ser um dia triste, mas sim um dia em que homenageamos as lembranças das pessoas que nos trouxeram uma diferença em nossas vidas. Tanta coisa aconteceu nesses últimos tempos, não é mesmo?

Portanto, em vez de focarmos na falta que essas pessoas fazem em nossas vidas, vamos agradecer pelo que elas fizeram ainda em vida e pelo legado que deixaram. Um dia de agradecimentos, comunhão e união para todos que um dia já perderam alguém.

A morte é um grande tabu da sociedade, sobretudo no Ocidente. A perda não impede de ser angustiante e incutir medo. Mas, você já viu como ela é tratada em outros países e culturas? Passar na frente de um funeral aqui no Brasil pode ser algo bem tocante. É comum vermos pessoas chorando e aquela atmosfera de tristeza que fica no ar. Além disso, os indivíduos costumam usar roupas pretas para mostrar como o luto é algo doloroso e mórbido. Mas não é assim em todos os lugares, e talvez seja algo que o Oriente possa ensinar a nós ocidentais. Na Índia, por exemplo, a cultura popular diz que ver um corpo sendo levado para o funeral pode trazer sorte.

O cadáver é envolto em panos coloridos e as pessoas que o observam passar entoam mantras. O tom desse mantra é mais de devoção do que de lamentação. Um dos motivos que levam os indianos a refletirem sobre essa forma de encarar a morte é a crença na reencarnação. Se a pessoa vai reencarnar, a vida segue e não há porque acreditar que você nunca mais irá vê-la de novo.

Outro exemplo é o México, que durante a celebração do Dia dos Mortos (2 de novembro), seria como desembarcar no Rio de Janeiro em pleno carnaval. Lá, acredita-se que todos que já foram retornam do além para uma visita regada a comida, bebida, dança e muita diversão. Olha só que genial!

Você já parou para refletir que vivemos perdas e lutos diariamente? Novas células nascem enquanto as mais velhas morrem. A cada instante se absorve e se devolve matéria ao mundo que nos rodeia. A morte coexiste com a vida. Nós, somos a própria vida se expressando por meio da experiência humana. Nos momentos em que a vida pede a morte, nos vemos frente a frente com o desconhecido: a transformação, a evolução e a mudança. Agora é tempo de sentir o movimento e observar o fluxo da correnteza. Deixar ir, sem racionalizar, sem entender o que foi e o que fica, apenas confiar, sentir saudades, preencher o coração de boas lembranças, de momentos felizes e apreciar a beleza de estar aqui.

“A saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar.” (Autor Desconhecido)

Leila Navarro – Palestrante Motivacional com foco em Comportamento e Motivação | Empresária | Startuper | Escritora | Mentora | Conferencista

Veja mais no site: www.leilanavarro.com.br

Redes Sociais:

http://www.leilanavarro.com.br/blog/

https://www.instagram.com/leilanavarrooficial/

http://br.linkedin.com/in/leilanavarro

https://www.youtube.com/user/leilanavarro

https://www.facebook.com/leilanavarro

https://twitter.com/leila_navarro

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Outras postagens

A vida não precisa ser tão complicada

Você está pronta (o) para sair da caixa?

Pensar fora da caixa é uma arte que poucos dominam… Dias atrás, fui dar uma palestra em uma Associação Comercial e comentei sobre esse movimento

Inovação

Vamos juntos para uma nova fase?

Uma nova fase é sempre bem-vinda quando faz a gente crescer! A vida não tem ensaio, é uma contínua estreia: este é um dos mantras

Entre em Contato

Entre em contato com minha equipe. Será um prazer atendê-lo. Você também pode utilizar o formulário abaixo ou conversar via Chat Online.

NOSSOS CLIENTES

Com um visual exuberante e felicidade estampada no rosto, a palestrante motivacional Leila Navarro está longe de realizar apresentações convencionais. Seu estilo de apresentação é definitivamente “fora da caixa”. Em uma época em que poucos ainda acreditavam na competência profissional feminina e a inserção das mulheres no meio empresarial era ainda muito tímida, ela passou a defender argumentos importantes e pouco aplicados no mundo dos negócios.

Com o tempo, seus conceitos foram comprovados como diretrizes para uma carreira bem-sucedida e hoje suas palestras são consideradas importantes experiências de autocoaching em grupo que incentivam à ascensão de carreiras e empresas.

Central de Atendimento

Acesso Rápido

Newsletter

Cadastre seu melhor e-mail para receber nossas novidades em primeira mão.

Deixe sua mensagem, Retornaremos muito em breve!

Leila Navarro © Todos os direitos reservados
Conheça também nossa Política de Privacidade e Cookies do site

Desenvolmento: Lecare Digital Marketing | Design: Suhet

Inicie uma conversa pelo WhatsApp